Gunstar Super/Future Heroes - Gameboy Advance

15:02:00 , , 0 Comments


Run & Gun na geração 16 bits? No Neo Geo é Metal Slug, no SNES é Contra III e no Mega Drive é Contra: Hard Corps e o lendário Gunstar Heroes! Na época que foi lançado, provou que os efeitos de rotação e zoom não eram "Only for Nintendo". 

Em 2005, a Treasure, produtora do game, tentou fazer sua "continuação" de Gunstar Heroes para GBA com o nome de Gunstar Super Heroes ou Gunstar Future Heroes na Europa...será que ela conseguiu fazer um game tão bom quanto o primeiro? Vamos ver agora....



Em 2005, o mercado de portáteis estava atento a portáteis com hardware mais potente. Mas quem disse que o GBA morreu? GSH prova isso: o GBA ainda tinha lenha para queimar.


A história é o seguinte: a destruição do "God of Ruin" (Golden Silver, Final Boss de GH) no final de Gunstar Heroes criou 4 luas em volta da terra. Anos depois, a criação da 5ª lua revela o plano de ressucitar Golden Silver e o império. Os integrantes da organização The Third Eye (3YE), que em homenagem ao 1º game, tem os mesmos nome do antecessor, só que com Yellow, conhecidos como Gunstar Super Heroes.

Os Gunstars deverão viajar para as luas, parar o império, pegar de novo as Treasure gems. O jogo tem diferentes caminhos na história, dependendo da dificuldade e personagem escolhidos.



O game é praticamente, um remake do original. Graficamente, o game é incrível! O game é muito colorido, com muitos inimigos e explosões na tela, além de usar e abusar de efeitos de rotação e zoom. Ele tem um dos melhores gráficos do GBA. O game também deixou os Gunstars em um estilo anime, o que ficou muito bom. O som não é tão bom quanto os gráficos, mas cumprem seu papel. A maioria das músicas são adaptações das antigas músicas de Gunstar Heroes.


A jogabilidade é bem parecida com seu antecessor. Só que agora, as armas não combinam para gerar outras armas, há novos ataques sem usar armas, Red e Blue não tem diferenças entre si também. Mas a jogabilidade continua boa.


Fun Fact: GSH É curto. Mas GSH não é só pra jogar uma vez. Além dos diferentes caminhos na história ao escolher personagem e dificuldade diferente, há também galeria de melhor tempo.

GSH foi ACLAMADO pela crítica, recebendo até o "Best GBA Game Of E3 2005". Mas nas vendas, é OUTRA história. O game não vendeu muito e não chegou nos mais vendidos do GBA.

Enfim, GSH é um bom game se você gosta de muita ação e quer tirar o GBA da gaveta.

Supersonic933

Retrogamer nas horas vagas. Mantém o Game Genius desde 2010 onde a internet ainda não tinha nem luz eletrica. Fã dos Power Rangers (até o PR no espaço). E é complicado o que é melhor, Final Fantasy VI ou Chrono Trigger. Google