EA trapaceia para melhorar avaliação de Dragon Age II

15:46:00 0 Comments

A Eletronic Arts não está muito contente com as duras críticas que Dragon Age II vem recebendo por parte de muitos jogadores. Mas ao invés de usar a experiência negativa como uma forma de aprendizado, a empresa resolveu adotar um método nada louvável e trapaceiro: colocou um funcionário da Bioware – desenvolvedora do jogo – para fazer uma avaliação bastante positiva no Metacritic, um ranking de críticas dos principais veículos do mundo.
O usuário GatoFiasco, do fórum Reddit, desconfiou quando viu essa avaliação (já apagada do site) assinada por um tal de “Avanost” entre os reviews de jogadores de Dragon Age II:
"A imersão e o combate deste jogo são incomparáveis! Um épico verdadeiramente comovente e divertido. Uma avaliação negativa deste jogo é um exagero de opinião pessoal. (...) ele é executado com perfeição e infinitamente divertido."
Olhando esse review que mais parece um texto publicitário, GatoFiasco logo descobriu que essa era a única avaliação do usuário no Metacritic. Uma busca no Google revelou ainda mais: Avanost é um engenheiro da Bioware, com perfil no Linkedin e tudo. Ao postar a história no Reddit, outro integrante do fórum descobriu que um usuário do Metacritic chamado “LupoTheeButcher” (que deu um 10/10 ao jogo) é um moderador do fórum oficial da Bioware.
A desenvolvedora tentou contornar o problema e apagou os rastros de Avanost, mas outros integrantes do fórum já estavam de posse de screens com uma espécie de passo-a-passo revelando as atividades dele pela web, e mostrando como a mentira tem vida curta, ainda mais na internet.
Dragon Age II, nesse momento, tem uma avaliação 8.2/10 da crítica, e 4.2/10 dos usuários do Metacritic. A história completa da trapaça da Eletronic Arts pode ser lida no Reddit.

Leonardo Soler

Retrogamer nas horas vagas. Mantém o Game Genius desde 2010 onde a internet ainda não tinha nem luz eletrica. Fã dos Power Rangers (até o PR no espaço). E é complicado o que é melhor, Final Fantasy VI ou Chrono Trigger. Google